Viajar com bebês – Praia do Patacho

17 jul, 2016 10 Comments

Sim, essa hora iria chegar aqui no Ensaios mais cedo ou mais tarde agora que temos nosso companheirinho de viagens a bordo. E a estreia dele na estrada marca vários momentos importantes para o blog. Primeiro, abre nossa nova linha editorial que é sobre viajar com bebês, segundo, comemora o aniversário de três anos do Ensaios e terceiro, tudo isso numa viagem para o lugar onde tudo começou para o blog. Lindo, não é?!

Viajar com bebês – O destino – Praia do Patacho

Nosso pequeno ainda não tinha um mês quando compramos a sua primeira passagem. Fiz as contas e na data escolhida ele estaria com quase três meses. Foi uma decisão bastante acertada, antes disso o bebê ainda não teria tomado vacinas suficiente para ficar exposto a ambientes confinados como o avião sem correr um risco maior. E nessa fase ele já estava interagindo bastante, o que não acontecia antes.

Por ser tudo novo pra ele, queríamos que as coisas fossem tranquilas e a experiência pudesse ser a mais positiva possível. Para isso, escolhemos o Patacho para ser o primeiro destino do pequeno por ser um lugar lindo e paradisíaco, mas muito mais pelo paradisíaco porque teríamos todo tempo do mundo só para prestar atenção nele enquanto os dias passavam tranquilos por ali. A parte que imaginei que seria difícil era a hospedagem. Isso porque boa parte das pousadas da região não aceitam crianças!

Sim, existe exclusão das crianças em vários lugares. Se isso é bom, legal ou cruel eu não sei, só sei que agora eu tenho que perguntar se posso ir ao lugar 😉

Mas no fim nem foi complicado porque já tinha na mira a lindinha Vila do Patacho que eu estava louca pra conhecer há tempos e eles são muito kids friendly! Pousada escolhida, decidimos que ficaríamos fora por 5 dias. Não era muito nem pouco para essa primeira vez.

viajar-com-bebes-3

Viajar com bebê – O voo

De Brasília até Maceió faríamos um voo de 2h20. Foi perfeito! Na ida chegamos bem próximos do fim do embarque para evitar ficar muito tempo no aeroporto e entramos por último no avião, assim não teria pessoas passando por nós depois – o que evitaria eventuais espirros e babas voadoras no filhote! Tínhamos a recomendação de dar o peito durante a decolagem e pouso para minimizar qualquer desconforto no ouvido, mas nem foi preciso, o pequeno dormiu a viagem inteira.

Na volta ele estava acordado durante o pouso, mas ficou super tranquilo e nem quis mamar. Na volta nós chegamos com um pouco mais de antecedência no aeroporto e não tivemos nenhum contratempo com o baby, que estava super tranquilo antes do embarque e acabou dormindo. O que fizemos de diferente e eu recomendo é comprar o assento conforto se a companhia aérea oferecer esse serviço porque te dá mais espaço para lidar com o bebê #EnsaiosIndica

Viajar com bebês – O que levar

O momento de fazer a mala do bebê para viajar pode ser um pouco tenso. Mas tentei raciocinar conforme a mesma lógica que uso para fazer a minha mala e acho que deu super certo. Como eram só 5 dias e a pousada fica meio isolada, achei prudente levar fraldas suficientes para todo o período. Se fosse outro destino e/ou mais tempo de viagem, provavelmente consideraria comprar uma parte no local.

Fiz o calculo pela média de uso diária e ao final coloquei mais 10. Levei também fraldas para entrar na água, mas foi bobagem. Levei roupinhas em quantidade que não precisasse lavar por lá, duas sungas, duas camisas de manga longa com proteção uv, chapéu, toalha de banho, travesseirinho e mantinha para dormir, fora o básico de itens de higiene para o pequeno que já carrego normalmente na mochila de passeio. O que eu super recomendo mesmo é a banheira inflável e a cadeirinha para descanso. Esses foram itens cruciais para o sucesso da viagem.

viajar-com-bebes-5

Banheirinha inflável da Burigoto

viajar-com-bebes-6

Cadeirinha de descanso da Fisher Price

Viajar com bebês – Choque de realidade

Esteja preparado para o que pode acontecer! O filhote chegou super bem até a pousada, nos instalamos e estava tudo tranquilo. Mais para o fim do dia ele ficou super agitado e chorando mais do que ele costuma chorar e ficou assim durante todo o dia seguinte. Foi preciso manter a calma e entender o que estava acontecendo. Ele estava estranhando o lugar, é claro, era bastante novidade de uma vez só.

Mas o que demorei mais para sacar foi que ele estava “sufocando” com o meu cheiro que estava muito diferente por causa do uso do protetor solar e do repelente! Assim que pensei nisso, corri para tomar um banho e as coisas ficaram bem melhores, para ele e para nós! Dali para frente, Theo aproveitou a praia com o que tinha de melhor para fazer – dormir 🙂

Viajar com bebês – Nosso veredito

Viaje com seus filhos! É uma delícia ter a oportunidade de lhes mostrar o mundo além dos limites das paredes das nossas casas. É claro que foi uma viagem diferente, porém digo que foi muito melhor do que eu podia imaginar. Que venham as próximas!
#TheoNoMundo

Sim, deu até pra relaxar e aproveitar!

Sim, deu até pra relaxar e aproveitar!

Siga o Ensaios de Viagem no Instagram: @ensaiosdeviagem

E curta a nossa fanpage no Facebook: facebook.com/ensaiosdeviagem

Camilla Kafino

10 Comments

  1. Responder

    Mariana Claro

    17 abr, 2017

    Oi Camila! Adorei seu relato! Mês vem vou viajar pela primeira vez com meu bebê (que terá recem completado 3 meses) e ao ler seu posto fiquei com uma duvida: o trajeto entre Maceió e o Patacho vc fez de taxi? Ou vcs alugaram carro? E como vcs fizeram com a cadeirinha do bebê nesse percurso? ( essa é a dúvida) ! Outra curiosidade: a cadeira de descanso q vc levou pro Theo…vc desmontou e colocou na mala?
    To super curiosa pra ver/ler mais post e relatos sobre as viagens com o Theo! 🙂
    Bjs

    Responder

    abril 18th, 2017
    Camilla

    Oi Mariana,

    Tudo bem? De Maceió pro Patacho nós fomos de transfer. Entrei em contato com nossa pousada e pedi uma indicação, que foi excelente. Solicitei a cadeirinha pra eles e foi providenciada. Deu tudo certo. Quando ciajo pro Patacho não costumo aligar carro porque não saio da pousada 🙂 mas se for o seu caso, de aligar o carro, minha sugestão é que vc leve seu bebê-conforto porque vc pode despachá-lo na cia aérea sem custo (além do carrinho). A cadeirinha de descanso eu desmontei e coloquei na mala, ela era super fácil de montar e desmontar.
    Boa viagem pra vcs!
    3e pode deixar que teremos muitas histórias do Theo pra contar 🙂 no momento, estamos em Amsterdam.
    Um beijo e pbrigada peloa visita.
    Camilla

    Responder

  2. Responder

    Julia F H Sawaki

    11 nov, 2016

    Camilla, amei as dicas. Ainda não temos filhos, mas com certeza já estão anotadas as dicas. Acho que eu não teria pensado no cheiro do protetor solar e do repelente. Bjs

    Responder

    novembro 12th, 2016
    Camilla

    Oi Julia,
    pois é, demorei pra perceber o que estava acontecendo! Os pequenos são muito sensíveis e quando algo está diferente eles reagem e reclamam mesmo 🙂 a gente precisa pensar rápido pra tentar descobrir, hauhauahua… Mas é uma experiência deliciosa, estou amando essa fase.
    Obrigada pela visita, um beijo e volte sempre,
    Camilla

    Responder

  3. Responder

    Pacotes de viagens

    2 ago, 2016

    Parabéns! Artigo super interessante para mamães que querem viajar com seus bebês.

    Responder

    agosto 10th, 2016
    Camilla

    Obrigada, Thiago!

    Responder

  4. Responder

    Cristina Moniz

    19 jul, 2016

    Adoooooro mães que colocam o filhote ” na estrada”. Acho que o mundo é o limite. Adorei, como sempre, seu relato. Beijos

    Responder

    agosto 2nd, 2016
    Camilla

    Oi Cris!!
    muito obrigada pela visita. O filhotinho aqui vai ter muito mundo pra curtir =)
    um beijo,
    Camilla

    Responder

  5. Responder

    Isabela Bastos

    18 jul, 2016

    Adorei o post!
    E a parte dele estranhar o lugar me deixou receosa aqui rs
    Nosso primeiro vôo será no próximo mês e terá duração de 10h!
    Ficaremos uns 40 diaa fora… E ele fará 4 meses na viagem…
    É um misto de felicidade e medo…rsrs maa tenho certeza que será um marco tanto para nós quanto para o blog!

    Beijos! E que venham mtas viagens com bebê

    Responder

    agosto 2nd, 2016
    Camilla

    Oi Isabela,
    tenho certeza que será demais a viagem de vocês. Com 4 meses os bebês já estão mais acostumados com o mundo, hehe. A chance de estranhar é menor, e o grande lance é ficar ligado nos sinais dos pequenos para se antecipar às necessidades deles e evitar stress desnecessário. E claro que o ritmo da viagem será outro, mas tenho certeza será uma viagem maravilhosa. Estou louca pra ler o seu relato! Divirtam-se muito.
    um beijão,
    Camilla

    Responder

LEAVE A COMMENT

RELATED POSTS