Santa Teresa – Rio de Janeiro

13 fev, 2015 18 Comments

É sempre uma delícia ir ao Rio de Janeiro. Para mim então, ex-moradora do Flamengo, eterna garota carioca, é como voltar para casa :mrgreen:

santa-teresa-12Foto retirada do site TimeOut

Dessa vez aliei minha ida semestral na terrinha com o show do Foo Fighters. Assim, só para deixar tudo ainda melhor. E como já estava ótimo, resolvi que seria a vez de inovar também. Nada de hospedagem na querida zona sul, queria que essa viagem fosse a descoberta que estou adiando há anos – Santa Teresa. 

santa-teresa-13

E de repente aconteceu aquela conjunção do universo para alinhar as coisas e vi uma indicação da Alison sobre uma pousada em Santa Teresa.

Santa Teresa

Santa Teresa é um bairro muito peculiar, com características tão próprias que até o próprio carioca desconhece.

A história de Santa Teresa se confunde com a própria história da cidade do Rio de Janeiro. Situada no Morro do Desterro, no século XVIII servia de rota de fuga para escravos. Em 1723, após a construção do Aqueduto da Carioca (Arcos da Lapa), levando água ao bairro, o Convento de Santa Teresa – da Ordem das Carmelitas – se instalou no sopé do Morro. A presença do Convento no bairro era tão marcante que a região passou a ser chamada de Santa Teresa. O aqueduto intensificou a ocupação do bairro – muitas famílias abastadas se mudaram para a região, procurando a temperatura mais amena do alto do morro.

Retirado do site Visite Santa Teresa.

 

Onde ficar em Santa Teresa

Seguindo a dica da Alison nós ficamos na Casa Cool Beans. E foi uma surpresa maravilhosa.

A pousada fica numa rua muito tranquila, em um casarão charmoso e cheio de história. São três pavimentos por onde se espalham os quartos e no terraço tem o espaço do café da manhã e a área da piscina. Em todos os lugares há flores e muito verde. Os jardins são encantadores.

santa-teresa-5

Fomos recebidos com toda a atenção e carinho do Lance, um americano simpático que é dono do lugar.

Como pegamos uma promoção, todos os quartos da pousada estavam pelo mesmo valor, assim optamos pelo maior quarto da pousada! Nele existem duas camas de casal, sendo uma no mezzanino, um banheiro,  armário e mesa, janelões enormes, frigobar, um ar condicionado super potente para aplacar o calor do verão carioca e acesso a um pátio semi-privativo. Maravilhoso o quarto, muito aconchegante, limpo, claro e com amenities de banho da Granado.

O café da manhã surpreendeu – foi excelente, com direito a variedade de frutas frescas, pães, bolos e omeletes ou ovos mexidos para pedir. O gostoso é que o momento do café é dividido com os demais hóspedes. Lance fica por ali garantindo que tudo está perfeito e conversando com cada um sobre os planos do dia. Além de ser de uma simpatia enorme, é uma forma de garantir a segurança de seus hóspedes.

 

A piscina é super gostosa com uma área para tomar sol e apreciar a vizinhança.

#EnsaiosIndica

O que fazer em Santa Teresa

Bom, nós chegamos sábado e ficamos até segunda. A programação incluía a descoberta do bairro, o show do Foo Fighters no domingo e praia, claro!

No sábado chegamos pela hora do almoço e minha surpresa com a pousada foi tão boa, que optei por descansar um pouco por ali mesmo. Fui curtir a piscina, tirar umas fotos, observar a vizinhança. O que eu descobri foi um pedacinho de sossego, belezas e delícias em pleno coração do Rio de Janeiro. Fiquei apaixonada.

santa-teresa-10

Quando bateu a fome, saímos para escolher um lugarzinho para comer. E fomos parar no Rústico. O lugar é um passeio em si. Na verdade são dois lugares que dividem esse casarão incrível – embaixo fica o Cafecito e em cima, o restaurante Rústico.

A decoração é linda, a comida muito boa, o ambiente fascinante. Tudo na mesma vibe do bairro – muito verde e espaços abertos. Durante o almoço, até uns micos resolveram dar o ar da graça e correram pelas árvores. Uma fofura. Ah, mas os preços são bem cariocas – o Rio anda muito caro!!

Santa teresa

O Rústico fica na rua dos trilhos do bondinho – que está em reforma. Me disseram que vão instalar um novo sistema para que o bondinho volte todo moderninho e funcione nas Olimpíadas.

santa-teresa

Essa rua é badaladíssima, aqui tem o bar do Mineiro, com uma galera super bonita, circulando e papeando na calçada.

santa teresa

Depois de comer e beber, hora de descobrir os artistas de Santa Teresa. O bairro é considerado o distrito de arte do Rio. Várias galerias e lojas de artistas independentes estão espalhadas pelos labirintos de ruas de Santa Teresa. Muita coisa interessante, o passeio fica rico e colorido. Entre em várias dessas lojas e galerias, converse, descubra e se divirta. As lojas que eu visitei foram a La Vereda, a Zambê Arte Popular e a Santa Cyber. As galerias que vi foram o Ateliê Deborah Costa e a Sandra Porto.

santa-teresa-14

Além disso, o bairro guarda uma deliciosa lista de pontos de interesse que valem a pena a visita:

  • o Museu do bonde
  • o Parque das Ruínas
  • o Convento de Santa Teresa
  • a Escadaria Selarón
  • os Arcos da Lapa

Tem muita opção de passeio, que dá para intercalar com drinks refrescantes em bares super estilosos, como o bar dos Descasados e o restaurante Térèze, ambos instalados no Hotel Santa Teresa – aquele que hospedou a Amy Winehouse.

Ou, para ficar mais na pista (como diriam os cariocas!) tem o Armazém São Thiago, mais conhecido como bar do Gomez.

Como ir e vir

Talvez uma das partes que mais me preocuparam na decisão de ficar em Santa Teresa tenha sido a locomoção. Porque quando estou no Rio, gosto de usar o metrô para tudo e táxi para deslocamentos noturnos.

santa-teresa-1

Santa Teresa fica em cima de um morro! E a estação de metrô mais próxima é a Glória. Uma vez que você chegue até essa estação, é preciso subir e subir… Mas nós resolvemos nosso problema/dilema de uma forma simples – descíamos a ladeira a pé até a estação, o que nos dava uma caminhada pelas ruas de 20 minutos, apreciando a arte de rua e as escadarias. Quando voltávamos, pegávamos um táxi na frente do metrô para nos levar até em cima!! Saía por R$8,00.

Se você quiser, também é possível chegar de ônibus, existem diversas linhas que sobem até Santa Teresa (peça ajuda ao GoogleMaps nessas horas!).

Fato é que me encantei com Santa Teresa, que se mostrou um bairro muito pitoresco, cheio de vida e cores no coração do Rio de Janeiro. Achei uma delícia passar o fim de semana praticamente focada no bairro. Descobri muitos refúgios e sabores por ali.

 

Vai por mim e inclua Santa Teresa em sua próxima passagem pela cidade maravilhosa!

 

Siga as hashtags #EnsaiosNoRio e #EnsaiosDeViagem para ver mais fotos.

 

Siga o Ensaios de Viagem no Instagram: @ensaiosdeviagem

E curta a nossa fanpage no Facebook: facebook.com/ensaiosdeviagem

 

 


Camilla Kafino

18 Comments

  1. Responder

    Luiz Jr. Fernandes

    23 jan, 2017

    Um clássico do turismo carioca! Visitar esse lugar é algo realmente obrigatório para qualquer turista descobrindo o Rio de Janeiro. Abraços!

    Responder

  2. Responder

    Marta Chan

    23 jan, 2017

    Fiquei apaixonada por Santa Teresa <3 Quando voltar ao Rio vou ficar aí com certeza. Qualquer sitio que fique em cima do morro é fascinante. Lembro-me de visitar a favela rocinha e ficar deslumbrada com a vista, aqui é igual.
    Ai esse espaço de piscina, que amor!!

    Responder

  3. Responder

    Karine Porto

    23 jan, 2017

    Realmente, Santa Teresa é um bairro muito charmoso. Há uns dois ou três anos, passeei um pouco por lá, vi os Arcos da Lapa e a escadaria Selarón, mas fiquei com um gostinho de que tinha mais coisa para descobrir. Estava certa! 🙂 Obrigada por compartilhar as dicas!

    Responder

  4. Responder

    Luciana Rodrigues

    23 jan, 2017

    Oi, Camilla,
    Eu sempre fico hospedada no centro do Rio e às vezes subo de mototáxi!
    Acho Santa Teresa um verdadeiro paraíso. Acho que da próxima vez, vou ficar uns dias nessa pousada que você indicou.
    Beijo,
    Luciana

    Responder

  5. Responder

    Viajar pela história - Catarina Leonardo

    23 jan, 2017

    Não fui a este bairro quando estive no Rio…. Tive um pouco de azar porque choveu bastante e acabei por não andar tanto pela cidade como eu gostaria. Tenho de voltar!

    Responder

  6. Responder

    Gisele Prosdocimi

    23 jan, 2017

    Oi Camila, também quero muito conhecer Santa Tereza, exatamente pelas qualidades que você citou e que são tão comentadas. As atrações do bairro também são um convite, quem não quer conhecer tudo por alí? Adorei a dica e as sugestões da pousada e restaurante. Beijos

    Responder

  7. Responder

    Dayana

    22 jan, 2017

    Post completão sobre um dos meus bairros preferidos no Rio de Janeiro. Santa Teresa, com certeza, tem muito a oferecer!

    Responder

    janeiro 22nd, 2017
    Camilla

    O centro do Rio é uma delícia, né? e tem muitos tesouros escondidos. Adoro!
    Um beijo e obrigada pela visita

    Responder

  8. Responder

    Klécia

    22 jan, 2017

    Santa Teresa é meu bairro queridinho do Rio! Sempre que faço dou uma fugidinha pra conhecer um restaurante novo ou voltar nos antigos que amo. E a vista do Rio, o bondinho, as ruas de paralelepípedos com os casarões 🙂 suspiros infinitos!

    Responder

    janeiro 22nd, 2017
    Camilla

    <3 <3 <3 eu super entendo e me deleito em suas palavras! eu amei muito Santa Teresa.
    Um beijo e obrigada pela visita

    Responder

  9. Responder

    Rui Baptista

    22 jan, 2017

    Parece um lugar bem genuíno e é disso mesmo que eu gosto 🙂 parabéns!

    Responder

    janeiro 22nd, 2017
    Camilla

    É um bairro muito interessante, com certeza nos surpreende de forma positiva.
    Um beijo e obrigada pela visita

    Responder

  10. Responder

    Francisco Agostinho

    22 jan, 2017

    Como adorava vsitar o rio e estes bairros mais pitorescos ! Parece muito legal esse bairro, obrigado pelas dicas e boas viagens !

    Responder

    janeiro 22nd, 2017
    Camilla

    Obrigada você, Francisco, pela visita e pelo comentário.
    Um beijo

    Responder

  11. Responder

    Mariana

    22 jan, 2017

    O Bar do Mineiro é tudo de bom! Fui uma vez só pra lá e amei, espero poder voltar em breve. Adorei a dica do Cool Beans, que lugar fofo!

    Responder

    janeiro 22nd, 2017
    Camilla

    Super fofo e vale a pena demais pelo custo x benefício. Se tiver a oportunidade de conhecer, valerá a pena.
    Um beijo e obrigada pela visita

    Responder

  12. Responder

    Amanda Saviano

    13 fev, 2015

    Adorei, muito bem explicado! Parabéns!

    Responder

    fevereiro 14th, 2015
    Camilla

    Oi Amanda,

    obrigada =)
    volte sempre por aqui, um beijo.
    Camilla

    Responder

LEAVE A COMMENT

RELATED POSTS