DSC_1467

Já é o terceiro ano que o Gastronômade invade Brasília para trazer essa experiência culinária inusitada para nós.

O conceito do Gastronômade Brasil tem uma estreita relação com o espírito que praticamos aqui no Ensaios – trata-se de um aventura culinária, feita para impressionar os comensais.

A ideia é unir a paixão pela boa mesa em locações imprevisíveis. Um chef da região é convidado para dar vida a um cardápio que contará quase que exclusivamente com ingredientes locais. Uma grande mesa ao ar livre é montada e está pronto o restaurante sem paredes idealizado pelo Gastronômade. 

DSC_1449-001

A etapa Distrito Federal aconteceu no último sábado, 29/3. O lugar escolhido para essa aventura não poderia ter sido mais interessante, a Fazenda Velha. Ali um pouco da história de um Brasil Colonial que reconta sua memória nos detalhes restaurados de um casarão datado de 1884. Quem diria que tão próximo da jovem Capital, fazendas antigas rivalizariam em charme e beleza.

DSC_1445

Aos poucos os convidados vão chegando e se reunindo em volta da mesa das entradas. As taças vão se enchendo, risadas e expectativas para uma tarde que já promete ser deliciosa.

DSC_1438

figuras posts2

Antes de nos dirigirmos à mesa, Renata, nossa anfitriã, nos convida a ouvir um pouco da história do Gastronômade.

Feitas as apresentações, um pequeno tour pelas instalações da fazenda nos fez entrar no clima do fogão à lenha antes de começar a sequência dos pratos.

DSC_1478

Nós do Ensaios de Viagem não comemos carnes de nenhum tipo nem cor 🙂 Desde a primeira edição do Gastronômade eu quis participar, porém, na correria, nunca tinha entrado em contato com a organização para saber se era possível optar por um cardápio vegetariano e as indicações no site não nos deixavam opção. Dessa vez foi diferente, consegui me antecipar e escrever para os organizadores e minha deliciosa surpresa foi que o cardápio era moldável, sem maiores problemas! Já adorei a atenção no ato.

O chef Agenor Maia foi muito atencioso na preparação de nossos pratos, até mesmo no detalhe da “semelhança” para que as apresentações fossem perfeitas e nunca destoantes dos pratos do cardápio.

gastronomade

Das entradas, a opção sem carne era o creme de cará com queijo meia-cura e batata crocante. Não resisti e experimentei com a geleia de cagaita (que acompanhava o croquete de capivara)!

O primeiro prato que recebemos foi, de longe, meu favorito – carpaccio de melancia com pesto de mandioca e folhas de jambu (em oposição ao kobe beef do cardápio). Estava simplesmente maravilhoso!! Teria comido só ele :mrgreen:

DSC_1472

Na sequência, um prato de apresentação primorosa trazia uma peça de tofu com gema de pequi e farofa. O tofu entrou em substituição ao frango desossado servido aos demais. E, apesar do tofu (que não me agrada o paladar), o prato estava saboroso e bem equilibrado. A curiosidade desse prato está na forma de preparo da gema que é cozida numa mistura de azeite e óleo de pequi, assim, essa fruta de sabor e aroma tão proeminentes não se destaca nem apaga o paladar dos demais componentes. Aprovado.

DSC_1479

Fechando a série, cogumelos recheados com nozes servidos com maçã verde e saladinha morna de trigo e folhas de couve. Saboroso na medida.

DSC_1480-001

E, a sobremesa, afinal! Mini bolo de batata com chocolate meio amargo, creme de cenoura crua e mandioquinha glaceada.

DSC_1488

Todos os pratos foram harmonizados com vinhos da vinícola Lidio Carraro, especialmente selecionados para o evento. Ele trouxe até o Faces, escolhido como o vinho oficial da Copa do Mundo. Para os que não bebem (como nós), água mineral Minalba Premium nas versões com e sem gás.

DSC_1439 DSC_1444

Entre uma garfada e outra, e no meio de tantos brindes, a descontração vai tomando conta e descobrimos afinidades com os parceiros de mesa.

Ao final do banquete, a apresentação do chef e sua equipe.

DSC_1489 DSC_1492

E, antes de encerrar as atividades, um café passado e colhido no cerrado.

Foi uma aventura muito gostosa, em todos os sentidos. Comemos muito bem. Conhecemos pessoas muito legais. Conhecemos um pouco da história da nossa cidade (e do país). Conhecemos produtores locais e muitos sabores que deixaram boas lembranças.

 

figuras posts3

Já estamos esperando os próximos! Conversando com a Renata (organizadora do evento), deixamos a sugestão para que no ato da aquisição dos ingressos seja possível saber que há opção vegetariana e ela aceitou prontamente. Muito obrigada pelo carinho!!

E se você está em Santa Catarina ou Paraná, esse fim de semana acontece a etapa Gastronômade por aí – 5/4 SC e 6/4 PA.

Valor dos ingressos – R$285,00.

 

 

Camilla Kafino

5 Comments

  1. Responder

    Paula Simoes

    5 abr, 2014

    Texto maravilhoso (e delicioso) de ler, comadre querida! Retratou tao bem que fiquei com desejo…beijao!!!

    Responder

    abril 5th, 2014
    Camilla

    Oie, que delícia você por aqui!!
    Na próxima te chamo e você mata a vontade =)
    um beijão.

    Responder

  2. Responder

    Camila Navarro

    4 abr, 2014

    Aqui uma preguiçosa que nunca procurou saber se dava para adaptar o cardápio para vegetarianos… Acho que essa informação deveria constar no site e espero que eles implementem sua sugestão!

    Responder

    abril 4th, 2014
    Camilla

    Oi Camila,
    boa parte da alta gastronomia já está percebendo o nicho vegetariano. Espero que eles realmente implementem a sugestão, porque da forma que está muitos como nós acabam sem participar por desconhecimento. O que é uma pena para todos 🙂
    um beijo e obrigada pela visita,

    Camilla

    Responder

LEAVE A COMMENT

RELATED POSTS