Um fim de semana na Chapada dos Guimarães – MT

23 out, 2014 19 Comments

Há exatos 16 anos, pousei meus olhos pela primeira vez nos paredões e nas escarpas da Chapada dos Guimarães. Naquele momento meu olhar tinha a curiosidade ardente de um coração geólogo que estava em formação – foi apaixonante.

Chapada

Dessa vez, meus olhos, agora mais calmos e talvez um pouco mais sábios, ainda preservavam a mesma curiosidade sobre aquelas rochas e aquele céu vermelhos, mas agora buscavam companhia.
Olhar para um lugar duas ou mais vezes não significa ver as mesmas coisas todas as vezes, pelo contrário – se soubermos ver, veremos sempre novidades! Por isso me senti tão empolgada ao rever a Chapada e seus arenitos 🙂 

chapada-guimaraes-25

A cidade da Chapada dos Guimarães fica a cerca de 60 km da capital do estado do Mato Grosso, Cuiabá. O acesso é feito pela rodovia MT-305, a partir de Cuiabá. Uma excelente opção para fins de semana devido a facilidade de chegar e com uma riqueza de atrações de encher os olhos – cachoeiras, mirantes, cavernas, trilhas em meio ao cerrado e um geoparque para colocar na sua lista.

Há alguns milhões de anos, essas rochas que hoje estão expostas na Chapada, formavam-se no fundo de um oceano raso sendo depositadas numa bacia sedimentar. Ali ficou depositado o conteúdo fossilífero que hoje é atração turística na Chapada. A história geológica da região é bastante intensa e divertida – foram duas transgressões marinhas, uma desertificação, episódios de vulcanismo e algumas movimentações tectônicas. Desculpem a empolgação, prometo me controlar daqui pra frente!!

Fomos convidados pela Natália Gastão e pela Casa da Quineira para, junto com mais cinco blogs de viagem, participarmos do #ChapadaBlog – um fim de semana para conhecer e divulgar as belezas da Chapada dos Guimarães.

Saímos de Brasília, numa tarde de sexta-feira e 29 graus. Uma hora e meia depois de voo, mais uma hora de fuso horário, desembarcamos numa Cuiabá de 36 graus no fim da tarde! Nosso transfer já nos aguardava e dali seguimos direto para a Chapada, numa viagem de carro que levou cerca de 1h para chegar – pegamos um pouco de trânsito na saída da cidade, mas um pôr-do-sol que nos deixou maravilhados.

Chegamos na pousada Casa da Quineira bastante curiosos para saber como seriam nossos dias ali e quem seriam nossos companheiros de viagem. Depois de nos instalarmos e nos empolgarmos com os mimos deixados para nós, fomos nos juntar ao grupo para o jantar. Já nessa noite, a Chapada nos presenteava com seus encantos – uma lua cheia laranja surgia no meio da mata!

No sábado pela manhã, depois do café e de muito protetor solar para o dia, conhecemos nossa querida guia, a Manoela.

Manu Laurindo foi nossa guia durante os passeios da Chapada. Essa moça falante e curiosa, de tantas histórias e de muitos amores pela cidade, foi a cereja do bolo durante esses dias! Super alegre e entusiasmada, ela fez de todos os passeios momentos muito divertidos.

Chapada dos Guimarães

Pela manhã, nosso roteiro incluía visita aos mirantes da Chapada. Começamos pelo Mirante do Centro Geodésico – a diversão ficou por conta dos mais corajosos que sentavam na ponta da pedra e posavam para fotos 🙂 Aqui é considerado o ponto que fica exatamente a meia distância entre os oceanos Atlântico e Pacífico (por isso chamado de centro geodésico!). Em dias claros e sem a fumaça das queimadas no horizonte, é possível avistar Cuiabá ao longe. Na volta ao estacionamento, pausa merecida para água de coco no truck de apoio que fica por ali.

chapada-guimaraes-1

 

Seguimos para o Mirante Morro dos Ventos – hoje, o acesso é feito passando por dentro de um condomínio. Há uma guarita de controle na entrada, onde é preciso pagar R$20 por carro. Ao final da via, chegamos ao estacionamento do restaurante homônimo. A estrutura é muito boa. Para a vista, temos duas passarelas para observação. E que vista!! Paredões, planície, e até uma cachoeirinha tímida caindo na imensidão.

Chapada

 

Não ficamos para o almoço e dali seguimos para a Ponta do Campestre. O acesso a esse mirante é feito por dentro da propriedade do restaurante/pousada Atmã – que, aliás, é lindo, vale a pena se programar para um almoço por aqui – chega-se de carro até o início da trilha que desce a encosta. A gente desceu apenas alguns metros, até a Ponta do Campestre – dali é possível seguir por uma trilha conhecida como “trilha do caixão”. Ficamos alguns momentos até a luz clarear os paredões e brilhar nas fotos. Que lugar lindo! Daqui também é possível avistar a cidade de Cuiabá quando o horizonte está claro – fica a apenas 30 km em linha reta.

chapada-guimaraes-13

 

A tarde prometia – o destino seria a Cidade de Pedra. Estrada de terra e areia e os 25km até lá ficaram um pouco mais longos! Mas, olha, nada vai conseguir explicar a emoção daquele lugar – com certeza, uma das vistas e das paisagens mais lindas que já vimos na vida <3

chapada-guimaraes-21

Fizemos uma pequena trilha com várias paradas para fotos, admiração e em um determinado momento fomos encantados com a passagem de duas araras sobrevoando o vale. Começava a entardecer, o sol descia e o espetáculo começava mais uma vez!! Não ficamos até ele se pôr porque o local fecha às 17h. Mas ainda assim, tivemos a oportunidade de presenciar um belíssimo cair da tarde.

chapada-guimaraes-19

 

chapada-guimaraes-26

E depois de uma noite de bate-papo, piscina, luau e violão, o domingo chegou e era hora de sair cedo para conseguirmos curtir as cachoeiras da Chapada.

A primeira cachoeira foi nada mais nada menos que o cartão-postal do lugar, a Cachoeira Véu de Noiva. Tudo bem, aqui não tivemos o prazer das águas para refrescar o corpo do calorão, mas a paisagem compensou em beleza e a queda da cachoeira é impressionante. A trilha ao mirante da cachoeira Véu de Noiva é muito tranquila, o acesso é feito pela entrada da sede do Parque Nacional da Chapada dos Guimarães e é gratuita. Para quem vem com crianças ou pessoas com dificuldade de locomoção é possível descer de carro até um ponto mais próximo do mirante.

chapada-guimaraes-28

Era chegado o momento de cair nas águas da Chapada – fomos levados para conhecer uma cachoeira particular, tida como uma das favoritas dos moradores de Chapada, a Cachoeira da Geladeira. O merecido banho de cachoeira foi nosso grande presente. Depois de uma trilha no meio da mata, entrar nas águas geladas foi a cura para o calor e um refresco para a alma!! Uma delícia, dessas delícias que o cerrado tem 😉

chapada-guimaraes-29

Voltamos encantados, empolgados e muito felizes de termos passado momentos tão gostosos ao lado de pessoas tão queridas e em um lugar tão escandalosamente fascinante. Voltaremos muitas e muitas vezes, nos aguardem!

chapada-guimaraes-20

  • Dicas Úteis para a Chapada dos Guimarães

1. Guia Manoela Laurindo – (65) 8155-3338 / 9943-5651 manulaurindo@gmail.com

2. Hospedagem na Chapada dos Guimarães – recomendamos a pousada Casa da Quineira 😉

3. Parque Nacional da Chapada dos Guimarães – informe-se sobre as atrações e quais os locais que você deve estar acompanhado de um guia.

4. Para saber mais sobre a geologia e o projeto do geoparque Chapada dos Guimarães, clique aqui.

 

* Quem esteve com a gente

Ziga da Zuca | RaphaNoMundo | Nerds Viajantes | Esse Mundo É Nosso | Viajando Por Aí

Siga o Ensaios de Viagem no Instagram: @ensaiosdeviagem

E curta a nossa fanpage no Facebook: facebook.com/ensaiosdeviagem

Camilla Kafino

19 Comments

  1. Responder

    Pedro Henriques

    28 fev, 2017

    Olá! Este local de Chapada dos Guimarães merece mesmo uma visita, sou um apaixonado por património geológico e ao ver estas fotos fiquei mesmo encantado!

    Responder

  2. Responder

    Paula Abud

    27 fev, 2017

    Adorei o post, Camilla!
    Lugar incrível, com certeza a experiência deve ser inesquecível!!
    Um dia eu e o marido iremos até lá 😀

    Responder

  3. Responder

    Contramapa

    27 fev, 2017

    Que natureza incrível! E parece ter sido uma ótima aventura! Mais um local no Brasil que eu desconhecia e que vou ter de colocar nos próximos passos para uma grande viagem.

    Responder

  4. Responder

    Klécia

    27 fev, 2017

    Um post muito interessante, Camila! Eu ainda tô em divida comigo mesma, não conheço nenhuma das Chapadas lindas do Brasil. Em 2017 consegui colocar a dos Veadeiros na minha lista – vou em junho, mas a dos Guimarães ainda não sei quando vou. Obrigada por compartilhar essas paisagens lindas comigo – que fotos! – assim sofro um pouco menos de wanderlust desse lugar apaixonante!

    Responder

  5. Responder

    Paula

    27 fev, 2017

    Eu fiquei encantada com a foto do pôr do sol laranja! As paisagens são incríveis, fiquei com muita vontade de ir conhecer, só não tenho a coragem de sentar na pedra pra fazer fotos rs sou um pouco medrosa.

    Responder

  6. Responder

    Renata Sucena

    26 fev, 2017

    Demais o post Camilla! Deve ser de tirar o fôlego esse visual! Adorei a dica de hospedagem também. Quero ir esse ano! Abraços!

    Responder

  7. Responder

    MArineira

    26 fev, 2017

    Entrou super para a lista de lugares que quero conhecer. Adorei o post e suas fotos!

    Responder

  8. Responder

    Fabia Fuzeti

    26 fev, 2017

    que lugar incrível! Muita vontade de conhecer. O post tá demais, muita informação e gostri do seu jeito apaixonado de escrever.

    Responder

  9. Responder

    Tina Wells

    26 fev, 2017

    Post super lindo e completo! Para uma pessoa que morre de medo de altura e só vai ver um lugar maravilhoso como esse assim pelas fotos de quem vai lá e compartilha! Obrigada!

    Responder

  10. Responder

    GUILHERME GOSS DE PAULA

    26 fev, 2017

    Camila, esse post caiu como uma luva pra mim! Estou indo pra Chapada dos Guimarães no próximo final de semana e já anotei um montão de coisas aqui!! heheheh
    Obrigado!! 🙂

    Responder

  11. Responder

    pzaraujo

    7 abr, 2016

    ja fui varias veses na chapada ficou muito bom sua materia fui la a 15 dias ja estou querendo voutar kkk uma onde fica essa pedra do mirante (Centro Geodésico)campo verde ja desci em varias trilha por ali mas essa pedra que paresse um prancha ainda nao concegui encontrar me ajuda

    Responder

    abril 15th, 2016
    Camilla

    Olá,

    muito obrigada pela visita! realmente a chapada dos Guimarães é uma delícia, dá uma vontade de voltar sempre. Bom, o Mirante do Centro Geodésico é um ponto turístico bem conhecido na região, sugiro que você entre em contato com um guia local para te levar ou ajudar a localizar. Se precisar de indicação, eu recomendo a Manu, que foi minha guia durante minha estada, o contato dela está no post.
    um abraço pra você e volte sempre,

    Camilla

    Responder

  12. Responder

    Filipe Morato Gomes

    5 nov, 2014

    Olá Camilla,
    Já viajei muito no Brasil (sou apaixonado pelo seu país) mas há uma série de belezas naturais que ainda não conheço. A Chapada dos Guimarães é uma delas, e este post deu-me ainda mais vontade de fazer a mochila e partir de novo.
    Grande abraço desde Portugal e parabéns pelo seu trabalho.

    Responder

    novembro 6th, 2014
    Camilla

    Olá Filipe,

    que grata surpresa ter uma visita além-mar por aqui! Fico honrada.
    A Chapada dos Guimarães é mesmo desses lugares no mundo que vale a pena conhecer pelo encanto. Uma paisagem tão única, cores tão marcantes, uma delícia! Tomara que você se convença a vir mesmo e se precisar de mais dicas é só perguntar.
    um abraço,
    Camilla

    Responder

  13. Responder

    Natália M Gastão - Ziga da Zuca

    24 out, 2014

    Post lindo Camilla!!!!
    Adorei os ensinamentos geológicos! hahaha
    E a Cidade de Pedras é impressionante mesmo!
    Adorei a sua companhia, a cantoria do casal e a alegria!
    Volte quando quiser! 🙂
    Beijão!

    Responder

    outubro 24th, 2014
    Camilla

    Obrigada Nat! Foi muito especial esse fim de semana, muito obrigada pela oportunidade.
    Voltaremos, nos aguarde 🙂
    beijo!
    Camilla

    Responder

  14. Responder

    Rapha Aretakis

    23 out, 2014

    Viagem deliciosa, né, Camila? Daquelas de onde a gente, definitivamente, não volta o mesmo pra casa. Foi ótimo dividir esses momentos com vocês!

    Um beijo :*

    Responder

    outubro 23rd, 2014
    Camilla

    Deliciosa Rapha 🙂 adorei o fim de semana com vocês, foi muito bom mesmo!
    Já estou esperando pelas próximas!
    um beijão!

    Camilla

    Responder

LEAVE A COMMENT

RELATED POSTS