DSC_1178

Navegar é preciso, já diria o poeta. Mas essa precisão, e não a necessidade, a gente não tem bem certeza que obterá quando estamos escolhendo uma viagem e nos deparamos com a opção de fazer um cruzeiro.

Nós sempre andávamos às voltas em fazer um cruzeiro. E a opção chegou de uma forma bastante inusitada – a banda autoral do marido (Bad Salad) foi chamada para tocar em um festival e o festival aconteceria em um navio! Olha só que interessante, a nossa primeira vez em alto mar seria em um cruzeiro temático. E foi a melhor coisa que nos aconteceu. 

bannerProgNation

O festival que embarcaríamos era o Progressive Nation at Sea 2014, um festival de música progressiva que acontece desde 2008 e é comandado por Mike Portnoy (ex-Dream Theater). Para os amantes deste estilo musical, o lineup estava uma preciosidade, pois contava com centenas de bandas de todo o mundo e os principais expoentes do prog.

IMG_5077

Como seria nossa primeira vez, apenas para garantir mais conforto e tentar evitar situações de mal estar durante a navegação, escolhemos uma cabine dupla com varanda (assim teríamos vista para o horizonte que todos dizem acalmar os ânimos em momentos de estômago em fúria). Adorei. A cabine era bastante aconchegante e a varanda dava uma sensação de amplitude.

figuras posts1

O navio em questão foi o Norwegian Pearl, um navio da NCL, com capacidade para um pouco mais de 2.300 pessoas, uma tripulação de cerca de 1.000 colaboradores e o mais importante – SEIS palcos onde aconteceriam os shows.

Na hora da fome, eram oito opções entre restaurantes e cafés incluídos e outros nove especiais (esse eram pagos a parte). Como estrutura, tinha piscina, cassino, boliche, lojinhas e certeza que tinha muito mais coisa do que eu fui capaz de aproveitar!

DSC_1177

A duração da viagem era de quatro dias e o trajeto assim – partir do porto de Miami, navegar até às Bahamas, fazer duas paradinhas por ali e retornar.

Durante o primeiro e o segundo dia navegamos e as atividades ficaram concentradas no festival. Muita música, shows acontecendo de hora em hora quase simultaneamente em todos os palcos.

No segundo dia, o momento mais especial – o show do Bad Salad. Foi um sucesso sem tamanho!

DSC_1134

Terceiro dia chegamos finalmente na praia 😛 ! Eu estava curiosa pelas areias das Bahamas, claro! Essa primeira parada foi espetacular. Paramos em Great Stirrup Cay, que é uma ilhota pequenina no meio do mar que, pelo que pude entender, mantém a estrutura do navio em terra (não consegui descobrir quem eram os mantenedores da estrutura local, mas o staff era o mesmo do nosso navio). Praia azul calcinha de areia branquinha, água calma, sol, cadeiras e guarda-sóis. Um dia no paraíso.

DSC_1184

No dia seguinte atracamos em Grand Bahamas Island. Aqui se eu soubesse como seria o dia, teria ficado no navio. Achei bastante corrido. Fora a falta de opção (?). Explico – você desce do navio e já tem o pessoal do táxi e turismo para te oferecer os passeios. Acaba todo mundo indo para os mesmo lugares. E as nossas opções eram praia, compras ou praia+compras. Optamos pela praia. Foi bom, porém fiquei com a sensação de que teria sido mais interessante ficar no navio e aproveitar por ali mesmo.

Retornamos durante a noite e acordamos já no porto de Miami.

Foi uma estréia e tanto. Para o Bad Salad no mundo do sucesso e para nós no mundo dos cruzeiros :mrgreen:

Esse vídeo é um resumo do evento. O mais legal sou eu pulando e curtindo em 2″!!

http://www.youtube.com/watch?v=wo63zSGpj9U&feature=share&list=UUy25_FRkMpEOpDB7efe7bug

Se você está em dúvida em fazer um cruzeiro, nós indicamos a versão temática. Existem dezenas de cruzeiros temáticos por aí, basta escolher o que mais lhe agrada. Assim, você une o útil ao agradável.

 

Camilla Kafino

7 Comments

  1. Responder

    Claudia

    3 abr, 2014

    Cruzeiro é a melhor coisa do muuundo!!!

    Um que eu recomendi demais é o MSC Orchestra, que foi o que eu conheci. A estrutura e a organização da equipe é show demais!! Pra quem quiser ver um pouquinho desse navio, tá em cartaz agora um filme q foi gravado nele : SOS Mulheres ao Mar, com a Giovana Antonelli. 😉

    Responder

    abril 3rd, 2014
    Camilla

    Clau,
    obrigada pelas dicas! você já havia me dito o quão legal seria o cruzeiro e você tinha toda razão 🙂 eu adorei!!
    um beijão.

    Responder

  2. Responder

    Ted

    3 abr, 2014

    Eu como “marinheiro de primeira viagem” também, só posso dizer que foi a melhor coisa que já me aconteceu. Eu não conseguiria imaginar um situação melhor! E que venha PN15 🙂

    Responder

    abril 3rd, 2014
    Camilla

    Que venham os próximos e estaremos juntos!!
    Obrigada pela visita, Ted :*

    um beijo!

    Responder

  3. Responder

    Zilda

    28 mar, 2014

    Muito legal seu post. Essas são dicas valiosas.

    Responder

    março 31st, 2014
    Camilla

    Oi Zilda!
    Muito obrigada pela visita.

    um abraço,
    Camilla Kafino

    Responder

LEAVE A COMMENT

RELATED POSTS